26 de set de 2011

DE PERTO,NINGUÉM É NORMAL




Não importa o que vão me dizer..
Nem como voce vai ficar daqui a uns trinta anos..
Nem ligo pra quanto tempo eu vou esperar..
Nem quanto tempo eu vou fica sozinha e chorar a cada ida pra casa cansada..
Eu sempre vou fazer aquilo que eu achar que vale mais a pena..
Vivo por amor e não adianta..
Eu vou continuar confiando em estranhos..
Entregando a minha riqueza para quem as vezes não agradece..
Desculpa,mas eu sempre confio no que o coração sente.